Friday, July 14, 2006


Foto: Ras Adauto Berlin 2006

Os Intelectuais da Casa Grande

Intelectuais ditos grandes estudiosos dos negros
Querem nos manter no mesmo lugar
Em que estamos há 400 anos
Dizem que com as nossas reivindicações
E os nossos direitos históricos
Vamos prejudicar a grande República mestiça
E também que vamos racializar
E por em perigo toda a sociedade brasileira
Que até então a-racial
Tornar-se-á ameaçadoramente racista
Por nosso culpa
Seremos então os algozes
Da destruição da paradisíaca e tão
Decantada e cinicamente forjada
Democracia racial brasileira
Que eles alimentam
De vitímas históricas passamos
A réus perversos e racistas
Enquanto esses intelectuais
Continuarão a nos estudar
Como sempre o fizeram
Com verbas públicas
De fundações Fords da vida
E de tantas e tantas
Outras fontes internacionais
Que os mantém sentados

c o n f o r t á v e l m e n t e
Em suas cátedras
E não vão às ruas
Para ver o nosso sangue
Correr pelos asfaltos
Dia após dia


No fundo no fundo
E a verdade é essa
Eles todos estão temendo
Em perder os seus objetos de faturamento
Que vão se tornando
Agentes e senhores de seus destinos
E querem acabar de vez
Com a Casa Grande e a Senzala
Que eles querem por todo custo
Manter em pé
Como um determinismo histórico
Cínico, cruel e perverso.


Ras Adauto Berlin, 14.06.2006

2 comments:

Quilombo Brasil de Hamburgo said...

Oi deise, desculpe o carinho
mas o texto tá tao atual e bonito
muito axé pra garotada aí na Bahia
romao
Deise Benedito

Q(as) & Q(os)

Hoje pela manhã, a Juventude Negra Brasileira, escreveu mais uma nova pagina na historia de resistencia e luta.
Após uma intervenção brilhante magnifica da Cantora Lecy Brandão a favor das Cotas, cerca 200 ativistas do movimento negro brasileiro alguns,Intelectuais adentraram o Salão Nobre,onde ocorria a Conferencia Pacto entre Brasil e Africa, com vários congressistasAfricanos e Africanas e com a presença de Edna Roland Relatora da Conferencia Geral de Durban e o Ministro Gilberto Gil.
E com palavras de ordem entre elas Reparações Já, Cotas Já, Brasil Africa America Central a Luta do Negro é Internacional.
Interromperam a Conferencia acima citada, e foram recebidos de pé com aplausos de mais de 400 pessoas presentes.
A juventude Negra, levou o manifesto a favor das Cotas nas Universidades, e exigiram a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial.
Os conferencias emocionaram-se com a manifestação e foram levados as lagrimas quando ao final da leitura do documento feito por dois jovens um homem e uma mulher, foi cantado o Hino da Africa do Sul.
A plenaria veio a baixo com aplausos e muita emoçao, por outro lado o ministro Gilberto Gil, demonstrou claramente que não gostou da manifestação e recebeu o manifesto entregue pelos jovens.
O manifesto convoca todos os ativistas do movimento negro brasileiro, e aliados a causa anti racista para que o dia 18 de Agosto seja o Dia Nacional Pro Cotas com mobilizações nacionais.
Neste instante os jovens estão colhendo assinaturas pro-cotas.


Hoje a tarde a Ministra Matilde Ribeiro receberá em uma audiência, todos os ativistas do movimento negro em uma reunião

A Juventude Negra Brasileira, é a regua e o compasso, a coragem a determinação e a ousadia dos nossos ancestrais que nos mantem vivos e fortes firmes até hoje.

Afro abraços.
Vibrem por nós.
Deise

Quilombo Brasil de Hamburgo said...
This comment has been removed by a blog administrator.